GE anuncia plano de vender maior parte da GE Capital

Economia

GE anuncia plano de vender maior parte da GE Capital

Redação Folha Vitória

Nova York - Na decisão estratégica mais importante em anos, a General Electric (GE) anunciou hoje planos de vender a maior parte da GE Capital, a gigante unidade de financiamento que há tempos responde por cerca de metade do lucro do grupo, mas cujos riscos assustam os investidores e vêm pesando nas ações da empresa. Por volta das 9h (de Brasília), os papéis da GE saltavam 7,7% no pré-mercado em Nova York.

A GE disse que vai manter as operações de leasing de aviões, assim como os financiamentos para os setores de energia e de assistência médica - linhas de crédito menores que sustentam as principais operações industriais da companhia.

Por outro lado, a GE pretende vender ou cindir a maioria dos ativos da GE Capital - avaliada em US$ 500 bilhões - nos próximos dois anos, após concluir que os benefícios gerados pela unidade são menores que os problemas regulatórios e a insatisfação dos investidores.

Como parte do plano, a GE fechou acordo para vender imóveis comerciais e prédios de escritórios, no valor de US$ 26,5 bilhões, para a Blackstone, Wells Fargo e outros compradores. Anteriormente, a GE já havia revelado planos de cindir as operações de cartões de crédito e de financiamento de varejo e agrupá-las numa nova empresa, que se chamará Synchrony Financial.

A GE estimou que pode obter dividendos de US$ 35 bilhões com o plano para a GE Capital e afirmou que pretende recomprar US$ 50 bilhões em ações.

Após o anúncio, a Moody's rebaixou a nota da dívida sem garantia da GE, de Aa3 para A1. A agência de classificação de risco, porém, manteve a nota da GE Capital inalterada, em A1. Fonte: Dow Jones Newswires.