PMI da indústria recua a 52,8 pontos em março, de 53,4 pontos em fevereiro

Economia

PMI da indústria recua a 52,8 pontos em março, de 53,4 pontos em fevereiro

O nível de atividade da indústria brasileira recuou em março ante fevereiro. A confirmação é do Índice Gerente de Compras (PMI) calculado pela IHS Markit, que na passagem de fevereiro para março recuou de 33,4 pontos para 52,8 pontos.

Considerando que o PMI obedece à escala de zero a 100 pontos, com 50 pontos sendo a marca divisória entre otimismo e pessimismo, apesar da queda no número índice, a atividade industrial permaneceu no terreno positivo no mês passado.

A desaceleração do PMI da Indústria e março se deu a reboque de "uma recuperação mais branda nos registros de pedidos, o que causou uma expansão mais fraca no nível de empregos, ao mesmo tempo em que a queda contínua no volume de novos trabalhos para exportação se estendeu para quatro meses", destacam os analistas da Markit.

Apesar disso, foram registrados aumentos mais fortes nos volumes de produção e nas compras de insumos. Ao mesmo tempo, os indicadores de preços indicaram um aumento das pressões inflacionárias.