Presidente da Petrobras vai investir R$ 29 bilhões em unidade do Espírito Santo

Economia

Presidente da Petrobras vai investir R$ 29 bilhões em unidade do Espírito Santo

Investimentos devem ser feitos na exploração de petróleo e gás e na venda de campos maduros em terra. Governo do Estado e Petrobras ainda discute formação de companhia de gás capixaba

Foto: Agência Brasil/ José Cruz

Em visita ao Espírito Santo, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou que a unidade de operações local deverá receber R$ 29 bilhões em investimentos da estatal nos próximos quatro anos.

"Em 2018, investimos R$ 2 bilhões apenas na área de exploração e produção na unidade de operações local. Mas, no nosso Plano de Negócios, a previsão é de investirmos R$ 29 bilhões ao longo dos cinco anos compreendidos entre 2019 e 2023, ou, seja, em média 6 bilhões de reais por ano. Nós esperamos que isso traga uma contribuição para a prosperidade desse estado, que é um modelo em termos de gestão de finanças no Brasil", diz o presidente da Petrobras.

O recurso deve ser utilizado na exploração de petróleo, biocombustíveis e gás. Castello Branco ainda prospecta a venda de campos maduros de petróleo em terra para a iniciativa privada.

"Esses campos produzem em uma quantidade menor, em comparação ao que se produz em mar, por isso vamos vender para empresas especialistas em pequenos campos que vão investir muito mais que nós. Nosso foco estratégico é na produção de petróleo e gás", afirma Castello Branco.

A Petrobras e o Governo do Estado estão discutindo ainda a operação da companhia de distribuição de gás canalizado do Espírito Santo, a ES Gás, que . que deverá ser uma sociedade de economia mista e terá como sócios o Estado – com 51% de participação nas ações, como direito a voto – e a BR Distribuidora (49%).

"O gás é uma riqueza dos nossos depósitos que ainda não estão sendo devidamente explorados. É um combustível limpo, com custo baixo e vai contribuir para dinamizar a indústria capixaba, já que também é mais barato. A formação da nova estatal ainda vai ser discutido posteriormente", contou.

Castello Branco veio ao Espírito Santo para assinar um acordo junto ao Governo do Estado para a unificação do Parque das Baleias. A mudança irá gerar cerca de R$ 1,5 bilhão para o estado, além de R$ 500 milhões a mais por ano na arrecadação de Participações Especiais (PE) de petróleo.