• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chery esclarece que investimento em Jacareí será de US$ 300 milhões

Economia

Chery esclarece que investimento em Jacareí será de US$ 300 milhões

São Paulo - O vice-presidente da Chery no Brasil, Luis Curi, afirmou que o investimento para construção do parque de fornecedores no polo industrial de Jacareí, interior paulista, deverá ser de cerca de US$ 300 milhões, e não US$ 700 milhões como divulgado inicialmente. Segundo ele, o montante será bancado pela montadora e pelas 25 empresas que deverão se instalar no local.

Curi esclareceu que os US$ 700 milhões serão o total investido no polo industrial em Jacareí após o novo aporte. No local, a montadora já tinha investido cerca de US$ 400 milhões para a construção das duas fábricas onde produz o modelo Celer e motores. As unidades foram inauguradas em agosto do ano passado, mas a produção comercial só começou em 6 de fevereiro deste ano.

O executivo afirmou que a maior parte dos US$ 300 milhões será investida pelas empresas fornecedoras. De acordo com ele, a Chery deverá desembolsar apenas de 10% a 15% do montante para obras de infraestrutura na área. "Provavelmente, algumas dessas empresas vão pegar o dinheiro com alguns bancos brasileiros e chineses", comentou.

Mescla de empresas

Das 25 companhias previstas para se instalarem no local, 5 são afiliadas e há 12 produtoras de autopeças, 2 sistemistas, 2 de logística e 3 de serviços em geral. "Será uma mescla de empresas chinesas, locais e outras estrangeiras já estabelecidas no País", disse Curi, sem revelar os nomes das companhias. Segundo ele, a maioria ainda está negociando a instalação.

Curi disse que uma comitiva de empresários brasileiros e do prefeito de Jacareí, Hamilton Ribeiro, esteve na semana passada na China, onde participaram de uma rodada de negócios. "Eles acabaram de chegar com a comitiva do primeiro-ministro chinês, Li Kequiang, e estavam bastante animados pelo pouco que conversei com eles", comentou.

O executivo afirmou que a expectativa da Chery é de que o parque de fornecedores esteja operando em sua totalidade somente em 2017. Ele ressaltou que uma empresa já se instalou e começou a operar: a brasileira Brazu, da área de logística. O parque tem área total de 4 milhões de metros quadrados e, segundo estimativa da montadora, deverá gerar 5 mil empregos ao todo.

Parceria

O projeto está sendo tocado em parceria com a Investe SP, que vai prestar assessoria gratuita aos interessados, e com a prefeitura de Jacareí. A montadora aposta no parque de fornecedores para ajudar a marca a aumentar o índice de nacionalização no Brasil, que, no caso do Celer, está entre 33% e 35% atualmente.

O parque de fornecedores do polo de Jacareí já tinha sido anunciado pelo vice-presidente da Chery no ano passado, mas só foi oficializado e teve os detalhes apresentados nesta quarta-feira, 20, durante abertura da Exposição dos Equipamentos e Manufaturados da China, no Rio de Janeiro. O evento reúne grandes empresas chinesas com operações no Brasil e segue até sexta-feira, 22.

Os investimentos da Chery no País foram divulgados um dia após a montadora anunciar sua saída do Uruguai, alegando impossibilidade de concretizar exportações para o Brasil e Argentina e demora de um negócio com a Venezuela. A empresa já estava inativa desde outubro no país, quando terminou de pagar obrigações trabalhistas a seus 250 trabalhadores fixos.

Fábrica

A fábrica da Chery em Jacareí foi inaugurada em agosto de 2014 e possui cerca de 500 funcionários. Com capacidade para produzir 50 mil veículos por ano, a fábrica está operando com metade da capacidade instalada, em razão da crise pela qual o setor automotivo passa.

Em abril, os metalúrgicos da fábrica entraram em greve, em protesto contra os baixos salários e condições de trabalho. Após 30 dias parados, os empregados chegaram a um acordo com a direção da empresa e voltaram ao trabalho.