• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China precisa de ações mais vigorosas para estabilizar o crescimento, diz premiê

Economia

China precisa de ações mais vigorosas para estabilizar o crescimento, diz premiê

Pequim - O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, disse que o governo precisa adotar ações "mais vigorosas" para estabilizar o crescimento do país, uma vez que a economia continua a enfrentar considerável pressão de baixa, informou hoje a agência oficial de notícias Xinhua.

O premiê citou o fraco crescimento dos investimentos em ativos fixos em abril como uma grande preocupação, segundo a Xinhua. Os investimentos em ativos fixos, que incluem gastos com maquinário e fábricas, subiram 12% entre janeiro e abril ante igual período do ano passado, segundo dados publicados na quarta-feira. O aumento do indicador foi o menor registrado desde o fim de 2000.

Apenas em abril, os investimentos em ativos fixos tiveram alta anual de 9,6%, avançando no ritmo mais fraco desde dezembro de 2011, de acordo com cálculos do Wall Street Journal.

Li também afirmou, porém, que há sinais de melhora na economia chinesa, graças a medidas de estímulos implementadas por Pequim. A taxa de desemprego caiu em abril, enquanto a produção industrial avançou em ritmo mais forte, citou o primeiro-ministro.

"O governo está confiante e é capaz de manter o crescimento econômico dentro de uma faixa razoável", disse Li.

Pequim tem como meta que o Produto Interno Bruto (PIB) chinês cresça em torno de 7% em 2015. No primeiro trimestre, a expansão anual do PIB foi exatamente de 7%, o pior resultado em seis anos. Fonte: Dow Jones Newswires.