Levy diz ser inconveniente aumento escalonado de alíquotas previdenciárias

Economia

Levy diz ser inconveniente aumento escalonado de alíquotas previdenciárias

Redação Folha Vitória

Brasília - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta terça-feira, 19, que o aumento escalonado das alíquotas da contribuição previdenciária sobre a folha de pagamentos é um "inconveniente". Durante reunião com a bancada do PMDB, o ministro também se posicionou contra a retirada de setores do projeto de lei que revê a desoneração da folha.

"O parcelamento tem a inconveniência de prolongar o ajuste, o que não é bom. A gente não quer ano que vem estar discutindo isso, ou ter pedacinhos do ajuste pingando", afirmou.

Levy disse ainda que é importante que o projeto seja votado "na horizontalidade", para não tornar a economia brasileira ainda mais complexa. Mais cedo, o relator do projeto, Leonardo Picciani, disse que seu relatório poderá trazer o escalonamento do aumento ou a exclusão de alguns setores.

"Considerem e pesem o fato de resolver essa fatura de uma vez só e botar a economia de volta no rumo do crescimento", pediu Levy. O ministro ainda se encontrará hoje com representantes do PSD e do PR para discutir a medida.