Aumento de juros pelo Fed em junho ou julho não é garantido, diz Bullard

Economia

Aumento de juros pelo Fed em junho ou julho não é garantido, diz Bullard

Redação Folha Vitória

São Paulo - Um eventual aumento de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) em junho ou julho não é algo garantido, mas os últimos dados do mercado de trabalho sugerem que está na hora de fazer novo ajuste, afirmou o presidente da distrital do Fed em St. Louis, James Bullard, em entrevista à CNBC.

"Não há motivo para pressupor (o resultado da reunião do Fed em) junho", disse Bullard à emissora, acrescentando que o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) vai acompanhar os novos indicadores para só depois tomar uma decisão.

Bullard comentou ainda que altas de juros não precisam necessariamente ser anunciadas em dias em que há coletiva de imprensa prevista. A próxima reunião do Fed, em 14 e 15 de junho, prevê uma coletiva, mas o encontro seguinte, de 26 e 27 de julho, não será acompanhado por entrevista com a imprensa.

"Já fizemos muitas mudanças, ao longo dos anos, sem coletivas de imprensa", disse Bullard, que vota nas reuniões do Fed este ano.