• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

CNI defende mais ativismo do País em busca de acordos comerciais

Economia

CNI defende mais ativismo do País em busca de acordos comerciais

Brasília - O diretor de Políticas e Estratégia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), José Augusto Fernandes, defendeu nesta quarta-feira, 18, "mais ativismo" nas negociações internacionais em busca de acordos comerciais no governo do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB). Ele citou os ex-ministros do governo da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) Kátia Abreu (Agricultura), Armando Monteiro (Desenvolvimento) e Joaquim Levy (Fazenda) e afirmou que os três "conduziram mudança na retórica de discurso de agenda comercial brasileira com políticas mais voltadas aos acordos".

"O Brasil precisa de mais ativismo", cobrou o diretor da CNI, citando acordos comerciais amplos ainda travados. "Temos o acordo Mercosul-União Europeia e o acordo com México ainda pendentes", disse. "Já um acordo com os Estados Unidos é muito difícil por conta da falta de ambiente político para essa natureza", emendou Fernandes.