Funcionários da Chesf fazem greve contra proposta de PLR

Economia

Funcionários da Chesf fazem greve contra proposta de PLR

Redação Folha Vitória

São Paulo - Funcionários da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) nos Estados de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Alagoas iniciaram nesta segunda-feira, 9, uma greve por tempo indeterminado, em protesto contra a proposta de pagamento de Participação dos Lucros e Resultados (PLR) feita pela empresa. Estima-se que aproximadamente 50% dos funcionários da companhia não ocuparam seus postos nesta segunda-feira. As operações da Chesf, contudo, ocorrem normalmente, de acordo com a companhia.

A Chesf, em nota, afirmou que aguarda a realização de uma audiência de conciliação agendada para esta terça-feira, 10, para buscar uma solução que encerre a greve. O encontro está agendado para 14 horas e ocorrerá no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. Participarão do encontro representantes da Chesf e dos sindicatos integrantes da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU). O pagamento do PLR para as outras bases da Chesf que aprovaram o acordo, nos Estados da Bahia, do Piauí e da Paraíba, já foi realizado, segundo a empresa.

"A companhia aguardará o encontro de amanhã na expectativa de um resultado que encerre a greve decretada pelas bases sindicais de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Alagoas", destacou a Chesf. "A diretoria da Chesf informa que se mantém aberta ao diálogo e em busca do entendimento, dentro dos limites legais e das possibilidades da empresa", complementou em nota enviada à imprensa.