• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Churrascaria de luxo fecha as portas e empregados fazem protesto para receber salários em Vila Velha

Economia

Churrascaria de luxo fecha as portas e empregados fazem protesto para receber salários em Vila Velha

O medo maior dos empregados é que a casa, fechada há algumas semanas para auditoria e balanço, não reabra e encerre suas atividades sem quitar suas dívidas com quadro funcional

Funcionários cruzam os braços em frente à churrascaria fechada Foto: Divulgação/Marta Rose Vimercati

A filial capixaba da famosa churrascaria Porcão está de portas fechadas e seus funcionários iniciaram uma mobilização para requerer salários atrasados. Segundo a advogada que representa a maioria dos empregados, a situação está se arrastando há mais de um ano. “Já aconteceu de o pagamento sair com 15, 20 dias de atraso, mas desta vez já se passaram mais de três meses”, afirma Marta Rose Vimercati.

A advogada diz também que o atraso é só uma parte dos problemas. “Em alguns casos, não estão sendo recolhidos FGTS e INSS; em outros, não foram pagas as devidas horas-extras. Tem até ações que informam que o restaurante serviu comida vencida aos funcionários e os obrigaram a conter princípios de incêndios”, contou Marta. Ainda de acordo com a advogada, mais de 60 dos 80 funcionários capixabas do grupo entraram com ações contra a churrascaria. 

O medo maior dos empregados é que a casa, fechada há algumas semanas para – segundo diz o informe colado na porta – a realização de auditoria e balanço, não reabra e encerre suas atividades sem quitar suas dívidas com quadro funcional. Por isso, parte dos funcionários se reuniu, nesta terça-feira (23), na porta da churrascaria para uma manifestação pacífica.

Versão do empregador

Em entrevista ao jornal Folha Vitória, o presidente da Brascarnes, empresa que controla o grupo, Lucas Zanchetta, afirmou que o fechamento das lojas Porcão Gourmet de Vila Velha e do Norte Shopping, empreendimento localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro, foi necessário para prestação de contas junto à Bolsa de Valores e à CVM. 

Atual administrador do grupo Porcão, Zanchetta garantiu a reabertura da loja na próxima segunda-feira (29), com novos investimentos em estrutura e no quadro funcional. “Admitimos que houve atrasos nos salários, mas não de tanto tempo assim. Vamos corrigir os erros da gestão anterior e investir pesado em nossas filiais. Sabemos que existem famílias que dependem da gente”, declarou. 

A Brascarnes assumiu o controle do grupo Porção em março deste ano. As lojas recebem investimentos de 35 fundos e é uma sociedade de capital aberto.