Funcionários da sede da Usiminas em MG aprovam redução de jornada de trabalho

Economia

Funcionários da sede da Usiminas em MG aprovam redução de jornada de trabalho

Redação Folha Vitória

São Paulo - Os empregados administrativos do escritório da Usiminas e Usiminas Mecânica aprovaram na quarta-feira, 24, proposta de redução da jornada em um dia útil por semana, com redução proporcional do salário. De acordo com a siderúrgica mineira, a medida, que deverá entrar em vigor em julho, "visa a preservar ao máximo as equipes de trabalho, diante da atual crise econômica da cadeia do aço".

A companhia destaca que no acordo foi proposta a garantia de emprego de, no mínimo, 95% dos empregados administrativos durante o tempo de vigência da medida.

"Nas usinas de Ipatinga e Cubatão, a Usiminas continua aberta às negociações com os sindicatos locais, visando manter o máximo possível a sua força de trabalho. Entretanto, os sindicatos locais se recusam a convocar a assembleia", de acordo com nota da Usiminas.

A medida vem na esteira da queda da demanda de aço no Brasil. Nessa semana a Gerdau informou que suspendeu por cinco meses o contrato de trabalho de seus funcionários na usina de aços especiais de Charqueadas, no Rio Grande do Sul. O começo do "layoff" tem previsão para o início de julho, informou a siderúrgica gaúcha. Assim como alegou a Usiminas, a Gerdau informou que o acordo tem como objetivo preservar os empregos existentes.