G-7: Juncker diz ainda aguardar contraproposta da Grécia sobre acordo de dívida

Economia

G-7: Juncker diz ainda aguardar contraproposta da Grécia sobre acordo de dívida

Juncker ter negado um pedido do primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, de conferência telefônica ontem, porque não recebeu uma contraproposta

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

Krun, Alemanha - O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que ainda aguarda uma contraproposta da Grécia sobre as negociações com os credores internacionais em relação à sua dívida, demonstrando frustração com o progresso obtido antes do encontro anual dos sete países mais desenvolvidos (G-7) na Bavária.

Juncker, que lidera o conselho executivo da União Europeia e representa uma das três instituições que negociam atualmente com a Grécia, disse ter negado um pedido do primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, de conferência telefônica ontem, porque não recebeu uma contraproposta. Ele espera que a Grécia apresenta tal proposta antes da quarta-feira, quando pretende se reunir com Tsipras em paralelo a um a reunião de cúpula da União Europeia/América Latina em Bruxelas.

Juncker afirmou que continua a desconsiderar a possibilidade de saída da Grécia do euro em consequência da crise em sua dívida. Mas acrescentou que isso não significa que a Europa irá "retirar um coelho da cartola" para resolver a crise, sem medidas da Grécia para satisfazer a demanda de seus credores de reformas econômicas em troca de empréstimos adicionais.

Ao comentar sobre a Grécia em uma entrevista coletiva para a imprensa pouco antes do início do encontro do G-7 no resort de Schloss Elmau, na região da Bavária, Juncker mostrou-se visivelmente frustrado. Ele disse estar desapontado com o discurso no Parlamento de Tsipras, o qual descreveu como pouco alinhado com a posição dos credores. "Não tenho um problema pessoal com Alexis Tsipras, ele foi meu amigo, ele é meu amigo", afirmou Juncker. "Mas um amigo, para manter uma amizade, tem de seguir mínimas regras", acrescentou.