Presidente Kennedy, Itapemirim, Linhares e Marataízes receberam mais royalties no Espírito Santo

Economia

Presidente Kennedy, Itapemirim, Linhares e Marataízes receberam mais royalties no Espírito Santo

Cidades capixabas registraram queda no recebimento das compensações motivada pela queda no preço do barril de petróleo, segundo anuário Finanças dos Municípios Capixabas 2014

O valor dos royalties dividido pelo número de habitantes de Presidente Kennedy foi o mais elevado do Estado, com R$ 22.629,29. Foto: Agência Petrobras

Os municípios de Presidente Kennedy, Itapemirim, Linhares e Marataízes ocupam as primeiras posições no ranking das cidades do Espírito Santo que mais receberam royalties, em 2013, de acordo com levantamento da Aequus Consultoria para o anuário Finanças dos Municípios Capixabas 2014.

Em Presidente Kennedy, os R$ 251,9 milhões recebidos a título de royalties representaram um quarto do total distribuído aos municípios capixabas, em 2013. Apesar de o montante ser expressivo, quando os números são comparados com o ano anterior, apontam para uma queda de 12% no montante recebido. O valor dos royalties dividido pelo número de habitantes de Presidente Kennedy foi o mais elevado do Estado, com R$ 22.629,29.

Itapemirim também registrou recuo na receita dos royalties em 2013, de 11,7% recebendo R$ 167 milhões, cerca de R$ 22 milhões a menos que no ano anterior, quando foram repassados R$ 189 milhões. No montante per capita, a cidade totaliza R$ 4.969,35 por habitante, e mantém a segunda colocação.

Linhares ocupa o terceiro lugar do ranking ao receber R$ 108,7 milhões em 2013, uma queda de 8% – a menor entre os três primeiros –, se comparado com o ano anterior, que foi de R$ 118,2 milhões. Já na colocação per capita a cidade ocupa o sexto lugar, com R$ 689,19.

O Espírito Santo atualmente é o segundo maior produtor e exportador de petróleo e gás do Brasil, porém a redução de 3,3% do preço anual do barril, que encerrou 2013 com uma cotação média de US$ 105,85 atingiu as cidades capixabas, que receberam a menos R$ 52,6 milhões em receitas provenientes dos royalties de petróleo, totalizando R$ 977,3 milhões. Conforme os dados do anuário Finanças dos Municípios Capixabas 2014, a queda foi de 5,1% no comparativo com 2012.

Dois municípios se destacaram no aumento do recebimento de royalties: Viana, que registrou um incremento de 120,5% (passando de R$ 2,9 milhões para R$ 6,5 milhões, no período analisado); e Marataízes, com 53,5%, que recebeu R$ 55,8 milhões em 2012 e passou para R$ 85,7 milhões em 2013.

Anuário

O anuário Finanças dos Municípios Capixabas 2014, que chega a sua 20ª edição e é distribuído gratuitamente, faz um panorama amplo sobre as receitas e despesas movimentadas durante os anos de 2008 a 2013 pelas cidades do Espírito Santo. A publicação aborda indicadores importantes sobre as receitas com impostos, transferências, royalties, além de apresentar os gastos com pessoal, custeio, Saúde, Educação, Assistência Social, e outros, utilizando como base os dados disponibilizados pelos próprios municípios.