• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

CMSE: risco de déficit de energia nas regiões Sudeste/Centro-Oeste cai para 1,2%

Economia

CMSE: risco de déficit de energia nas regiões Sudeste/Centro-Oeste cai para 1,2%

Brasília - O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) divulgou na tarde desta quarta-feira, 8, informando que o porcentual de risco de qualquer déficit de energia no sistema Sudeste/Centro-Oeste é de 1,2%. No Nordeste, esse risco continua zero. Na nota anterior, divulgada em 10 de junho, o CMSE apontava risco de déficit de energia de 2,4% no sistema Sudeste/Centro-Oeste e de zero no Nordeste.

Na nota divulgada hoje, o CMSE destaca, entretanto, que "considerando o despacho pleno das térmicas em 2015, os valores para o risco de qualquer déficit de energia passam para 0,0% nas duas regiões".

O Comitê destaca ainda que, "com base nas análises efetuadas, observa-se que as condições de suprimento de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) melhoraram em relação ao mês anterior".

Ainda segundo documento, "o sistema continua estruturalmente equilibrado, devido à capacidade de geração e transmissão instalada no País, que continua sendo ampliada com a entrada em operação de usinas, linhas e subestações, considerando-se o critério probabilístico (riscos anuais de déficit), como as análises com as séries históricas de vazões, para o atendimento da carga prevista para 2015, de 65.179 megawatts médios de energia".

Análise do CMSE aponta que o SIN dispõe das condições estruturais para o abastecimento do País, embora as principais bacias hidrográficas onde se situam os reservatórios das regiões Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste tenham enfrentado uma situação climática desfavorável.