• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

CNDL: aumento do limite do consignado não é suficiente para impulsionar vendas

Economia

CNDL: aumento do limite do consignado não é suficiente para impulsionar vendas

Brasília - O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro, afirmou nesta terça-feira, 14, que diante do tamanho da inadimplência, da inflação e falta de confiança do consumidor, a medida que eleva o limite do crédito consignado, de 30% para 35%, não será suficiente para impulsionar as vendas. Segundo dados da instituição, o número de consumidores inadimplentes aumentou 4,52% em junho de 2015 em relação ao mesmo mês do ano passado.

"Este ano estamos vivenciando no Brasil números que não são muitos animadores", afirmou. Ele comentou ainda os dados da Pesquisa Mensal do Comércio, divulgadas hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e que mostraram uma queda de 0,9% nas vendas de maio. "Eles mostram uma tendência de queda do volume de vendas no Brasil na dimensão do varejo restrito e ampliado. Nós entendemos que temos um país com inflação alta, juros alto, com desemprego caminhando para os dois dígitos e isso está pesando no consumo", afirmou o presidente.

Para Honório, os cerca de 56 milhões de brasileiros no registro negativo indicam que a medida do consignado não deve impulsionar as vendas. "A inadimplência, nas faixas de maior idade, é maior. Portanto, é essa gente que tem comprometido seus rendimentos com seu consignado", afirmou Honório. "Não temos esperança que as vendas deste segundo semestre possam ser melhor que a do segundo semestre de 2014. A esperança seria o ano terminar logo", observou.