Produção industrial capixaba é vice-campeã brasileira em junho

Economia

Produção industrial capixaba é vice-campeã brasileira em junho

Estado registra 3,5% de crescimento do setor em relação a maio, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro, que obteve o percentual de 5,4. Resultado eleva acumulado do semestre em 2,1 pp

Crescimento da produção de minérios de ferro pelotizados influenciou no bom desempenho Foto: Divulgação/Vale

A produção industrial do Espírito Santo registrou crescimento de 3,5% em junho de 2014, frente ao resultado de maio. É o que informa a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já na comparação com junho de 2013, o setor avançou 4,1%.

O resultado capixaba é o segundo melhor entre as regiões consideradas na pesquisa, ficando atrás apenas do Estado do Rio de Janeiro, cuja atividade produtiva subiu 5,4%.

No acumulado do primeiro semestre desse ano, o nível de atividade industrial capixaba registrou queda de -2,0%, com melhora frente aos resultados registrados em abril (-4,1%) e maio (-3,3%). Este desempenho se deve, sobretudo, ao crescimento da produção de minérios de ferro pelotizados ou sintetizados pela Indústria Extrativa, que acumulou crescimento de 1%.

Os destaques foram para o desempenho da Indústria Extrativa (9%) e do setor de Metalurgia (10%), influenciados, sobretudo, pela maior produção de minérios de ferro pelotizados ou sintetizados e de bobinas a quente de aços ao carbono e tubos flexíveis e tubos trefilados de ferro e aço, respectivamente.