Atividade industrial do Brasil cresce em julho, segundo a Markit

Economia

Atividade industrial do Brasil cresce em julho, segundo a Markit

Redação Folha Vitória

São Paul - O índice de atividade dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial do Brasil subiu para 47,2 pontos em julho, de 46,5 em junho, atingindo o maior nível em cinco meses, segundo dados sazonalmente ajustados da pesquisa da Markit. Leituras abaixo de 50 indicam contração da atividade, enquanto valores acima dessa marca apontam expansão.

Segundo a Markit, os volumes de novos pedidos e produção da indústria brasileira continuaram caindo em julho, embora o ritmo de piora tenha diminuído em relação a junho. O mesmo aconteceu com as compras de insumos e o corte de funcionários. Já as altas nos custos de insumo e nos preços de vendas arrefeceram. A quantidade de novos pedidos para exportação mostrou sinais de melhora, com o índice aumentando para um valor que ficou bem perto da marca de 50 pontos.

"A recessão no setor industrial do Brasil mostrou sinais de moderação em julho, com os volumes de produção e de novos pedidos caindo com taxas mais tênues. As pressões para os cortes de empregos continuam a ser claramente intensas em todo o País, com as empresas tendo dificuldades devido à queda da demanda", diz em nota a economista da Markit Pollyana de Lima.