• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chefe do serviço de estatísticas da Grécia deixa o cargo após acusações

Economia

Chefe do serviço de estatísticas da Grécia deixa o cargo após acusações

Atenas - O chefe da Elstat, o serviço de estatísticas da Grécia, Andreas Georgiou, deixou o cargo depois de um mandato marcado pelo fato de políticos o acusarem de inflar o déficit orçamentário do país para justificar os impopulares termos do resgate internacional oferecido pelos credores internacionais.

Georgiou declarou que, "por escolha pessoal", desistiu de estender seu mandato, que expirou no domingo, cinco anos depois de assumir o comando da agência. "Esses cinco anos foram uma jornada longa e difícil, com fadiga diária e trabalho duro. O custo foi enorme, tanto pessoalmente quanto profissionalmente", disse Georgiou em um comunicado.

Em 2013, uma investigação foi aberta contra Georgiou por falsificação de dados fiscais do país em 2009. O processo foi retomado no começo deste ano pelo atual governo - liderado pelo partido esquerdista Syriza -, que pretendia lutar contra as medidas de austeridade impostas pelos credores internacionais da Grécia.

Georgiou, que já foi integrante da equipe do Fundo Monetário Internacional (FMI), nega acusações de que tenha cometido erros. A forma rígida como ele impôs os padrões da Eurostat sobre as finanças públicas gregas irritou alguns políticos do país, que argumentam que um déficit exagerado serviu aos interesses dos credores.

Garantir a independência do serviço de estatísticas grego é uma das reformas exigidas pelos credores em troca de um terceiro pacote de assistência financeira, no valor de até 86 bilhões de euros (US$ 94,5 bilhões). Fonte: Dow Jones Newswires.