• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chile: Codelco suspende operações de mina em meio a protestos de terceirizados

Economia

Chile: Codelco suspende operações de mina em meio a protestos de terceirizados

Santiago - A mineradora estatal Corporación Nacional del Cobre de Chile (Codelco) informou nesta segunda-feira que suspendeu temporariamente as operações da mina Ministro Hales e retirou os trabalhadores do local por causa de protestos de funcionários terceirizados.

A paralisação da mina Ministro Hales segue uma suspensão, há uma semana, da unidade de Salvador da Codelco, afetada por protestos de terceirizados exigindo melhores benefícios.

Dizendo que a Codelco está se recusando a atender suas demandas, os terceirizados bloquearam acessos rodoviários de várias unidades industriais nas últimas semanas.

"Para proteger a integridade física de seus trabalhadores, a companhia ordenou o esvaziamento da mina Ministro Hales. Este é também o caso da divisão de Salvador, que permanece nas mãos de manifestantes", diz o comunicado da Codelco.

O Conselho de Administração da Codelco disse na semana passada que apoiava o desligamento do presidente-executivo da companhia, Nelson Pizarro, das unidades onde a segurança não pode ser garantida.

Os diretores também disseram que qualquer negociação para acabar com os protestos não podem ser vinculadas a aumentos salariais ou de benefícios fora da convenção coletiva existente. Em vez disso, elas devem se concentrar em resolver questões de longo prazo.

"A Codelco tem tido uma atitude muito hostil para os trabalhadores. Os protestos vão durar até que a empresa se sente para conversar, sem colocar quaisquer condições", disse Cesar Acosta, um conselheiro sênior de comunicações para a Confederação de Trabalhadores de Cobre.

A mina Ministro Hales produziu 141,2 mil toneladas de cobre no ano passado, enquanto a unidade de Salvador produziu 54 mil toneladas.

O Chile é o maior produtor de cobre do mundo, tendo extraído 5,8 milhões de toneladas do metal no ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.