Fundos de pensão da China devem passar em breve a investir no mercado de ações

Economia

Fundos de pensão da China devem passar em breve a investir no mercado de ações

Redação Folha Vitória

Pequim - Os fundos de pensão locais da China estarão investindo em breve no mercado de ações, afirmou o vice-ministro de Recursos Humanos do país, You Jun, de acordo com o jornal estatal Securities Times. A autoridade disse que haverá cerca de 2 trilhões de yuans (US$ 312 bilhões) dos fundos de pensão disponíveis para investimento em ações e em fundos de ações, segundo o site do diário.

O governo de Pequim recentemente deu sinal verde para esse tipo de investimento. O vice-ministro também afirmou que os investimentos não são voltados para fortalecer o mercado doméstico de ações, mas sim parte de um plano de longo prazo para preservar o valor dos ativos dos fundos de pensão.

O mercado chinês de ações recuou fortemente desde junho, apesar de um agressivo esforço de resgate do governo. Ao longo da última semana, as bolsas chinesas recuaram cerca de 20%, antes de reduzir parte das perdas. Houve um forte movimento de venda de ações, diante da preocupação sobre a saúde da segunda maior economia do mundo, após indicadores econômicos piores que o esperado e a desvalorização de 2% do yuan. Fonte: Dow Jones Newswires.