Oferta de serviço financeiro ajuda desenvolvimento, diz pesquisador do BC

Economia

Oferta de serviço financeiro ajuda desenvolvimento, diz pesquisador do BC

Redação Folha Vitória

São Paulo - A oferta de serviços financeiros ajuda no desenvolvimento econômico regional, segundo conclusão de uma pesquisa apresentada pelo economista do Banco Central Marcos Soares, durante o X Seminário Anual sobre Riscos, Estabilidade Financeira e Economia Bancária.

Soares apontou que as instituições financeiras fornecem liquidez para empresas e famílias, suavizando ciclos de consumo, e também canalizam recursos de regiões e segmentos de baixa produtividade para setores mais lucrativos. "Existe uma correlação positiva entre a infraestrutura de serviços financeiros e o desenvolvimento local. Os resultados também sugerem que o efeito spillover (contágio) é importante para o crescimento econômico local e que dado município pode ter ganhos em função da infraestrutura melhor na vizinhança", afirmou, lembrando que os serviços públicos também podem reforçar o desenvolvimento econômico no nível municipal.

A pesquisa de Soares utilizou dados do IBGE sobre os municípios brasileiros e constatou que existe uma concentração da oferta de serviços financeiros nas regiões Sudeste e Sul, com penetrações significativas também nas capitais estaduais, e em menor nível nas fronteiras agrícolas.

No mesmo painel, Lars Norden, da FGV, apresentou um trabalho sobre a ciclicidade dos empréstimos bancários, especialmente para pequenas e médias empresas, que são mais arriscadas e menos transparentes. Seu estudo constatou que bancos de poupança com mandato público apresentam uma ciclicidade 25% menor que os bancos comerciais privados. "Os resultados mostram que o governo poderia ter um papel no setor bancário. Isso não é um conselho para estatizar todos os bancos, mas a participação pública em algumas instituições pode disciplinar os bancos privados, especialmente em períodos de recessão, pois eles se veem obrigados a seguir os bancos públicos, para não perder clientes", comentou.