Protocolo para criação do Porto Central é assinado na abertura da Cachoeiro Stone Fair

Economia

Protocolo para criação do Porto Central é assinado na abertura da Cachoeiro Stone Fair

O protocolo objetiva a viabilização da implantação de um terminal de armazenagem e exportação de rochas no Porto Central. Diversas autoridades participaram do evento

O protocolo foi assinado durante a cerimônia de abertura da Cachoeiro Stone Fair Foto: Divulgação/Prefeitura

Foi assinado durante a cerimônia de abertura da Cachoeiro Stone Fair, na noite desta terça-feira (25), um protocolo de intenções para a implantação de um terminal de armazenagem e exportação de rochas ornamentais no Complexo Industrial Portuário Porto Central.

O documento foi assinado entre a Prefeitura de Presidente Kennedy e o Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Espírito Santo (Sindirochas). “Acreditamos que a implantação dessa infraestrutura de apoio no Porto Central, deverá gerar mais desenvolvimento, emprego e renda para toda a região Sul do Espírito Santo”, ressalta a prefeita Amanda Quinta Rangel.

Porto Central

O Porto Central é uma parceria entre empresários capixabas e o Porto de Roterdã, na Holanda. Foto: Reprodução

O Porto Central possui classe mundial que está sendo estrategicamente desenvolvido no Estado do Espírito Santo, no centro da costa leste brasileira, no município de Presidente Kennedy.

Trata-se de um complexo portuário industrial com 1.725 hectares e 25,5 metros de profundidade, capaz de acomodar os maiores navios do mundo, fator que reduz significativamente os custos de operação e de frete. O porto é uma parceria entre empresários capixabas e o Porto de Roterdã, na Holanda.

O Porto Central comportará terminais de 10 e de 16 metros de profundidade para atender ampla variedade de atividades, tais como base de apoio logístico offshore, óleo e gás, contêiner, mineração, agronegócio e indústria automotiva.