Produção industrial de junho espelha dinânima ruim da economia, diz o Besi

Economia

Produção industrial de junho espelha dinânima ruim da economia, diz o Besi

Redação Folha Vitória

Ribeirão Preto, SP - O economista-sênior do Besi Brasil, Flávio Serrano, afirmou que o resultado da produção industrial de junho, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 4, mostra que a "dinâmica da indústria brasileira está muito ruim, há muito tempo e não deve melhorar no curto prazo". Para Serrano, com a persistência do cenário negativo e o cenário de baixa confiança para o futuro, a indústria não investe, o que torna difícil traçar um cenário de recuperação para o setor.

De acordo com o economista, com a alta do dólar, um incentivo para as exportações, o cenário externo pode ajudar a indústria brasileira, em uma recuperação ainda limitada pelo lento crescimento externo da economia. "O setor industrial é mais aberto que economia brasileira e pode ser beneficiado com as exportações. Mas a economia externa ainda não está crescendo de forma consistente", explicou Serrano.

Ainda de acordo com o economista-sênior do Besi Brasil, a queda de 0,3% na produção industrial de junho ante maio foi menor que a esperada pelo mercado - de baixa de 0,8% segundo a mediana do levantamento feito pelo AE Projeções - mas em linha com a previsão do banco. "O que pode ter acontecido para justificar essa queda menor do que a esperada foi a alta de 1,7% na produção industrial de bens de consumo semiduráveis e não duráveis", concluiu.