Garantia estendida é uma boa opção para reduzir gastos com os reparos e a manutenção dos produtos

Economia

Garantia estendida é uma boa opção para reduzir gastos com os reparos e a manutenção dos produtos

Celular, laptop, lavadora, refrigerador e televisão, são os produtos mais vendidos com garantia estendida, além de outros tipos de eletrônicos como máquinas fotográficas

Garantia extra evita gastos com reparos Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr Foto: Agência Brasil

Os consumidores têm a opção de contratar a garantia estendida para ampliar o prazo de cobertura de reparos, troca ou manutenção original de fábrica. Em tempos de crise, a garantia extra é uma alternativa mais em conta que futuras despesas na assistência técnica autorizada. A economia em um ano varia entre 15% e 30% do valor pago.

A garantia estendida é uma modalidade de seguro que custa a partir de 3% do valor do produto, de acordo com o prazo e tipo de cobertura oferecida. São três opções: a reduzida, que mantém parte dos direitos que o consumidor tem; a original, que repete as mesmas condições da garantia legal ou a fornecida pelo fabricante e a ampliada, que, como o nome diz, prevê uma cobertura maior que a original.

 Exemplo: um notebook que custa R$ 1.800 tem uma garantia estendida que custa R$ 30 por mês, em dez meses, para uma garantia extra de um ano. A troca da placa-mãe deste notebook custaria R$ 600 na assistência técnica. No caso, ter a garantia estendida sai 20 vezes mais barato do que pagar o reparo do bolso.

Segundo a Susep (Superintendência de Seguros Privados), de janeiro a maio deste ano, foram contratados R$ 1,1 bilhão em garantia estendida. No mesmo período, as seguradoras pagaram R$ 263,1 milhões em indenizações de segurados cobrindo as despesas com manutenções, reparos ou troca do produto.  A média mensal de utilização da garantia estendida, na comparação com o ano passado, aumentou 25%, de R$ 42,4 milhões para R$ 52,7 milhões.

Por outro lado, a contração caiu 6,5%, de R$ 237,5 milhões para R$ 222 milhões. A retração na contratação está dentro da previsão dos especialistas do setor. "O mercado de seguro de garantia estendida segue estável, mantendo o mesmo volume de vendas que registrado no período do ano anterior", disse Tulio Carvalho, superintendente de Produtos Massificados do Grupo Mapfre e Banco do Brasil.

Vantagens da garantia estendida

Ao longo dos últimos anos, veja o quadro abaixo, a compra da garantia estendia sofreu uma desaceleração. Mas comparando 2012 com 2015, o registro é de um aumento de 9,61%, chegando a R$ 2,85 bilhões. Já a utilização do seguro manteve a tendência de aumento, acumulando uma alta de 45,4% entre 2012 e 2015, quando atingiu a marca de R$ 509,1 milhões.

Cuidados

Segundo o Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, as lojas de varejo, que vendem a garantia estendida, devem respeitar as limitações legais para o seguro. Por exemplo, é proibido exigir a contratação da garantia estendida ou fazer a venda casada com outro produto. A loja também não pode incluir na garantia estendida qualquer outro tipo de cobertura que não tenha relação com a garantia de fábrica ou a garantia legal. Ou seja, a garantia estendida não pode ter seguro de vida embutido. 

Com informações do Portal R7