• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China não deve subestimar Trump na questão comercial, diz assessor dos EUA

Economia

China não deve subestimar Trump na questão comercial, diz assessor dos EUA

Diretor do Conselho Econômico Nacional dos Estados Unidos, Larry Kudlow advertiu o governo da China, pouco após Pequim informar que pode adotar uma retaliação de entre 5% e 25% sobre US$ 60 bilhões em importações americanas. "A China está numa posição fraca de negociação e não deve subestimar Trump", afirmou, referindo-se ao presidente Donald Trump, durante entrevista à Bloomberg TV. Minutos antes, Kudlow havia dado declaração similar em entrevista à rede Fox Business.

Kudlow enfatizou a determinação do presidente em buscar "comércio justo e recíproco". Para ele, a China enfrenta um quadro de desaceleração econômica e a desvalorização recente do yuan parece ser, em parte, uma estratégia para ganhar fôlego na disputa comercial com os americanos. Questionado sobre a possibilidade de uma reunião entre Trump e o presidente chinês, Xi Jinping, o assessor da Casa Branca disse que Trump gosta de discutir as questões bilateralmente, mas que não caberia a ele dizer se esse encontro ocorreria ou não.

O assessor econômico comentou também que houve avanços no diálogo sobre comércio com a União Europeia. De acordo com ele, Trump e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, se deram bem e anunciaram um avanço esperado por poucos na busca por livre comércio. Kudlow sustentou ainda que pode haver "em breve" anúncios de novidades no comércio com a UE, complementando que poderá também haver "notícias positivas" no diálogo com o México.