• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Descarregamento de madeira em navio onde trabalhadores morreram será retomado

Economia

Descarregamento de madeira em navio onde trabalhadores morreram será retomado

Segundo o Portocel, onde o Sepetiba Bay está atracado, serão adotadas medidas especiais durante essa operação, que será retomada às 13 horas desta sexta-feira

Descarregamento da madeira no Sepetiba Bay será retomado nesta sexta-feira | Foto: Reprodução

A operação de descarregamento de madeira no navio Sepetiba Bay, atracado no Portocel, em Aracruz, será retomada nesta sexta-feira (3), a partir das 13 horas. Nesse mesmo navio três trabalhadores portuários morreram e um precisou ser hospitalizado, no último dia 24, após um acidente na embarcação.

O Portocel informou que, de forma preventiva e por solicitação das autoridades competentes, durante o descarregamento serão adotadas as medidas previstas na Norma Regulamentadora nº 33 (NR-33), que determina os procedimentos para operação em espaços confinados, já que ainda não há conclusão das investigações sobre as causas do acidente. Por precaução, está sendo adotada essa legislação especificamente para conclusão da operação do navio.

As medidas preveem ações como: treinamentos com todos os trabalhadores que vão participar da operação (teórico e prático); acompanhamento em tempo integral de um profissional capacitado em comportamento seguro em cada porão em operação; Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) de medição de oxigênio, máscaras e cilindros de oxigênio, também individuais; equipes de emergência a postos acompanhando a operação, exames médicos preventivos dos trabalhadores, incluindo aferição de pressão. O Portocel informou ainda que continua apoiando o trabalho dos órgãos competentes na investigação do acidente.

Acidente

A suspeita é de que as vítimas tenham inalado um gás tóxico, que estava concentrado no porão da embarcação. Os quatro portuários foram encontrados desacordados no porão do Sepetiba Bay. Um deles, o estivador Vitor Souza Olmo, foi hospitalizado, mas teve alta no dia seguinte.

Adenilson, Clóvis e Luiz Carlos morreram durante o acidente no navio | Foto: Reprodução

Já os outros três trabalhadores - o suplente da diretoria executiva do Sindicato Unificado da Orla Portuária (Suport-ES), Adenilson Carvalho, de 47 anos; o arrumador Clóvis Lira da Silva, de 52; e o estivador Luiz Carlos Milagres, de 64 - foram resgatados e levados para o Hospital São Camilo, em Aracruz, mas não resistiram.