FGTS: Faça o cálculo para saber quanto você pode receber do lucro de 2020

Economia

FGTS: Faça o cálculo para saber quanto você pode receber do lucro de 2020

Com a distribuição do lucro, o rendimento final das contas do FGTS será de 4,92%, superior à inflação registrada no ano passado (4,52%)

Estadão Conteúdo

Redação Folha Vitória
Foto: Faz a Conta/Reprodução/ Colunas

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aprovou nesta terça-feira (17), por unanimidade, a proposta do governo para distribuição de R$ 8,129 bilhões entre os trabalhadores cotistas, referentes a parte do lucro do fundo em 2020. 

De acordo com o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o valor representa 96% do resultado de R$ 8,468 bilhões registrado no ano passado pelo fundo.

Para saber quanto receberá do lucro, o trabalhador precisa multiplicar o saldo da conta no dia 31 de dezembro de 2020 por 0,01863517. Na prática, o rendimento adicional significaria um incremento de R$ 18,63 a cada R$ 1 mil de saldo na conta do FGTS ao fim de 2020. Ou seja, quem tinha saldo de R$ 2 mil receberia R$ 37,27, e quem tinha R$ 5 mil teria R$ 93,17 a mais.

Com a distribuição do lucro, o rendimento final das contas do FGTS será de 4,92%, superior à inflação registrada no ano passado (4,52%). Ou seja, os cotistas terão ganho real de 0,4%.

De acordo com o Conselho Curador, a distribuição dos valores leva em conta o equilíbrio do fundo, a inflação acumulada no ano passado e a preservação do poder de compra da poupança dos trabalhadores.

Por lei, o FGTS tem rendimento de 3% ao ano, mas o Conselho tem como referência pelo menos a reposição da inflação. Para comparação, o rendimento da poupança no ano passado foi de 2,11%.

De acordo com o voto apresentado pelo governo, a proposta também tem o objetivo de "incentivar a manutenção de recursos sob as contas vinculadas do FGTS ao ser mais atrativa aos trabalhadores brasileiros, especialmente àqueles que optaram por migrar para a modalidade de saque aniversário, por meio da qual é facultada a movimentação de uma parcela do saldo anualmente no mês de aniversário do trabalhador".

>> Lucro do FGTS: entenda como funciona e quanto você pode receber

>> Trabalhadores receberão R$ 8,12 bilhões de lucro do FGTS até dia 31

O valor aprovado nesta terça-feira (17) supera o montante de R$ 7,5 bilhões partilhados no ano passado, quando o governo optou por repartir apenas 66,23% do resultado global de R$ 11,324 bilhões do fundo no ano anterior, após veto do presidente Jair Bolsonaro à distribuição integral. 

A única vez em que o FGTS repassou 100% do lucro aos trabalhadores cotistas foi em 2019, quando o total de R$ 12,22 bilhões do resultado de 2018 foi depositado nas contas ativas e inativas do fundo.

Os montantes serão depositados até 31 de agosto de forma proporcional aos saldos de cada conta do FGTS que detinha recursos em 31 de dezembro do ano passado. 

A distribuição de resultados alcançará cerca de 191,2 milhões de contas vinculadas ao fundo, que acumulavam um saldo de R$ 436,2 bilhões em fim de 2020.

Os valores distribuídos não podem ser sacados imediatamente pelo trabalhador, a não ser que ele se enquadre em alguma das regras de resgate do fundo de garantia, como saque-aniversário, demissão sem justa causa, aposentadoria, aquisição da casa própria ou doença grave.

Lucro do FGTS: tire suas dúvidas sobre como e quanto você pode receber

Como fazer o cálculo?

Para saber quanto receberá do lucro, o trabalhador precisa multiplicar o saldo da conta no dia 31 de dezembro de 2020 por 0,01863517. Na prática, o rendimento adicional significaria um incremento de R$ 18,63 a cada R$ 1 mil de saldo na conta do FGTS ao fim de 2020. Ou seja, quem tinha saldo de R$ 2 mil receberia R$ 37,27, e quem tinha R$ 5 mil teria R$ 93,17 a mais.

Quando vai ocorrer o depósito?

O depósito ocorrerá até o dia 31 de agosto.

Como sacar o dinheiro?

O rendimento será depositado nas contas dos trabalhadores, mas para retirar o dinheiro do fundo é preciso se enquadrar em uma das condições, como ser demitido sem justa causa (para aqueles que aderiram ao saque-rescisão), utilização do fundo para a compra da casa própria, aposentadoria, doença grave, etc.

Como consultar o saldo da conta do FGTS?

Por extrato recebido em casa, pelo site, por aplicativo e pessoalmente nas agências da Caixa.

É preciso saber o número do PIS/Pasep ou o NIT (Número de Identificação do Trabalhador).

Onde localizar o número do PIS/Pasep/NIT?

• Cartão do Cidadão;

• Anotações gerais da sua Carteira de Trabalho antiga;

• Página de identificação da nova Carteira de trabalho; e

• Extrato do seu FGTS impresso.

Para consultar o saldo pelo site da Caixa:

• Acesse www.caixa.gov.br/extrato-fgts;

• Informe o número do seu NIS e clique em “cadastrar senha”;

• Leia o regulamento e clique em “aceito”;

• Preencha todos os campos com os seus dados pessoais. Aqui, você vai precisar do número do seu Título de Eleitor;

• Crie uma senha com até 8 dígitos e confirme;

• Você receberá uma notificação de cadastro realizado; e

• Para acessar, preencha os campos e aperte em OK.

Leia mais: 

>> FGTS: Saiba como verificar se seus depósitos estão em dia