Linha de transmissão no oeste do PR entra em operação

Economia

Linha de transmissão no oeste do PR entra em operação

Redação Folha Vitória

São Paulo - A linha de transmissão Cascavel Oeste - Umuarama, construída pela Sociedade de Propósito Específico (SPE) Costa Oeste Energia, formada por Copel (51%) e Eletrosul (49%), entrou em operação no último final de semana. O projeto, que atravessa dez municípios na região oeste do Paraná, demandou R$ 80 milhões em investimentos.

Construída em tensão de 230 kV, a linha de transmissão tem 144 km de extensão e 367 torres distribuídas pelos municípios de Alto Piquiri, Cafelândia, Cascavel, Formosa do Oeste, Iracema do Oeste, Jesuítas, Nova Aurora, Perobal, Santa Tereza do Oeste e Umuarama. O projeto também incluiu a ampliação da Subestação Cascavel Oeste e a construção da subestação Umuarama Sul.

A energização da linha ocorreu em duas fases. Na primeira, no sábado, foi sincronizado ao Sistema Interligado Nacional (SIN) o trecho entre as Subestações Umuarama e Cascavel Norte. O trecho compreendido entre as subestações Cascavel Oeste e Cascavel Norte entrou em operação no domingo.

"A conclusão da linha também reforça a interligação Sul-Sudeste, tão importante para o fornecimento de eletricidade à região que registra o maior consumo de energia do País", destacou a Eletrosul em nota. O projeto foi conquistado pelo consórcio formado por Copel e Eletrobras - controladora da Eletrosul - no leilão de transmissão da Aneel 004/2011. O contrato de concessão é de 30 anos.