Edital para instalação de térmicas em terreno da Emae terá prazo prorrogado

Economia

Edital para instalação de térmicas em terreno da Emae terá prazo prorrogado

Redação Folha Vitória

São Paulo - A Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae), controlada pelo governo do Estado de São Paulo, deverá prorrogar o prazo para que potenciais interessados na instalação de térmicas no Estado se pronunciem. O prazo será ampliado em 30 dias, para o próximo dia 5 de outubro, de acordo com a Secretaria de Energia de São Paulo.

A proposta do governo paulista é viabilizar a construção de seis térmicas a gás em terrenos a serem disponibilizados pela Emae. A estatal paulista deve ser sócia dos projetos, mas não pretende aportar recursos na iniciativa avaliada em até R$ 6 bilhões. A Emae será responsável pela disponibilidade da área e da infraestrutura já existente no local.

A publicação de um edital de chamamento público ao setor privado foi anunciada no início de julho pelo secretário de Energia de São Paulo, João Carlos Meirelles. Na oportunidade, Meirelles afirmou que o projeto vislumbrava a construção de seis térmicas, cada uma com capacidade de 250 MW e investimento previsto entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão.

Na mesma cerimônia de lançamento do edital, o presidente do grupo AES, Britaldo Soares, afirmou que a AES, controladora da AES Tietê, tinha interesse no projeto paulista. O governo paulista ainda aguarda o interesse por parte de outros grandes grupos do setor elétrico.