Leilão de usinas antigas será adiado para dia 6 de novembro, diz Braga

Economia

Leilão de usinas antigas será adiado para dia 6 de novembro, diz Braga

Redação Folha Vitória

Brasília - O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, informou nesta quinta-feira, 24, que o governo irá adiar o leilão das usinas cujos contratos não foram renovados do dia 30 de outubro para o dia 6 de novembro. Segundo ele, uma portaria do Ministério, já assinada, será publicada na sexta-feira, 25, com uma nova divisão de lotes para 29 hidrelétricas que irão a leilão.

"O leilão depende da aprovação do Tribunal de Contas da União e o TCU apresentou algumas sugestões que deveríamos ajustar. O TCU entende que deveríamos desmembrar alguns blocos de usinas que estão juntas porque o tribunal entendeu que isso tornaria o leilão mais disputado", explicou o ministro ao chegar para o 15º Encontro dos Associados da Associação Brasileira de Produtores Independentes de Energia Elétrica (Apine).

De acordo com Braga, não haverá mudança nos preços das outorgas do leilão. No total, o governo espera arrecadar R$ 17 bilhões com o certame, sendo R$ 11 bilhões este ano e R$ 6 bilhões no primeiro semestre de 2016. "A mudança de data não traz nenhum prejuízo para o setor elétrico e nem para a macroeconomia", enfatizou.