Economia dos EUA se expandiu em ritmo de modesto a moderado, mostra Livro Bege

Economia

Economia dos EUA se expandiu em ritmo de modesto a moderado, mostra Livro Bege

Redação Folha Vitória

Nova York - A atividade econômica voltou a crescer nos Estados Unidos, ainda que a alta do emprego tenha desacelerado em julho e agosto, de acordo com o Livro Bege, relatório do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) que avalia as condições econômicas regionais.

"A atividade econômica se expandiu a um ritmo de modesto a moderado", disse a autoridade monetária. "O crescimento do emprego desacelerou um pouco, passando de uma taxa leva para modesta na maioria dos distritos".

Apesar da desaceleração, os distritos do Fed disseram que o mercado de trabalho continua firme. Alguns afirmaram que a falta de mão de obra em todos os níveis levou algumas empresas a diminuir a atividade. Uma companhia em Mankato, no Minnesota, descreveu a falta de funcionários como "a preocupação número um".

Porém, a maioria dos distritos reportou pressões de salário "limitadas", ainda que algumas empresas em Dallas e San Francisco disseram que "a escassez de mão-de-obra está impulsionando os salários".

Assim como mostrado nos relatórios anteriores, a alta de preços permaneceu sob controle. Algumas regiões, como Philadelphia e Richmond, relataram que o preço que as empresas pagam pela produção aumentou mais rápido do que os preços repassados aos consumidores.

Além disso, o Livro Bege também mencionou o impacto do furacão Harvey, que atingiu o Texas no mês passado e derrubou 1/5 da produção de petróleo e gás natural do Golfo do México. Quinze refinarias foram forçadas a fechar, enquanto outras operaram a uma capacidade limitada, o que provocou aumento do preço da gasolina em algumas regiões. De maneira geral, o relatório disse que é "muito cedo para mensurar a extensão total do impacto" do furacão. Fonte: Dow Jones Newswires.