Economia

Com cortes federais, governo do ES anuncia R$ 79 milhões em bolsas para pesquisas, TCC, mestrado e doutorado

Governador disse que investimento é uma maneira de compensar cortes do governo federal no CNPQ

Raissa Bravim

Redação Folha Vitória
Foto: Raíssa Bravim | Folha Vitória

O governo do estado anunciou na manhã desta terça-feira (10) o investimento de R$ 79 milhões nas áreas de inovação e tecnologia, com o lançamento do programa ES Inovador. O investimento original, anunciado pelo governo, seria de R$ 85 milhões, mas foi reduzido em função dos cortes do CNPq, anunciados pelo ministro da economia, Paulo Guedes.

No evento, o governador Renato Casagrande (PSB) comentou o corte, mas enfatizou que o Espírito Santo continua fazendo um grande investimento nas áreas de tecnologia e informação. "Não teremos os 85 milhões por causa dos cortes do Governo Federal, que não tem o dinheiro. É culpa deles? Não. Mas é culpa da política adotada".

"O CNPQ é um edital importante, que está com dificuldades, pela política de restrições orçamentárias do Governo federal. Nós vamos fazer um trabalho para que a gente possa compensar, através de recursos do governo do estado. A nossa prioridade, aqui no Espírito Santo, é o investimento em ciência, tecnologia e inovação. Então vamos ampliando nossos recursos à medida da nossa possibilidade", finalizou o governador.

Investimentos na área da educação

Dentro dos investimentos, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) anunciou R$ 684 mil para bolsas de estudo, do programa Nossa Bolsa. Também foram anunciados os investimentos em programas de mestrado (R$ 3,6 milhões) e doutorado (R$ 4,224 milhões). 

Dentro do investimento anunciado também consta a verba de R$ 800 mil, que serão destinados a bolsas de trabalho de conclusão de curso (TCC's). A verba total destinada à ciência e tecnologia será superior a R$ 30 milhões. Já a verba voltada para a área da inovação ultrapassa R$ 48 milhões.





Pontos moeda