Economia

Luiz Rigoni é vence o Prêmio Líder Empresarial na categoria Líder em Indústria Moveleira

"Ser líder é respeitar, saber abordar as pessoas e coloca-las no lugar onde se sentem mais satisfeitas e produtivas"

Foto: Divulgação

Luiz Rigoni é diretor-presidente da Móveis Rimo, empresa de 30 anos que tem mais de 300 colaboradores procurando sempre desenvolver uma linha de produtos com base no design, visando ao conforto, durabilidade e praticidade. A Rimo tem produtos que são vendidos para todo o Brasil e também para o exterior.

Ser líder é:
Liderar é um dom que todos têm, uns mais, outros menos. Ser líder é respeitar, saber abordar as pessoas e coloca-las no lugar onde se sentem mais satisfeitas e produtivas. O líder deve ser paciente, mas severo com suas funções, dando tratamento igualitário e sendo um exemplo para a sua equipe.

O que é mais fácil e o que é mais difícil em ser líder?
Quando você não tem experiência, liderar é um pouco mais difícil. Já após ter tido uma vivência exercendo liderança, a tomada de decisões se torna mais fácil.

Qual é a relação entre ser um bom líder e o sucesso da empresa que você lidera?
Ter conhecimento do setor e realmente gostar de exercer essa função faz com que, automaticamente, as barreiras se tornem menos difíceis. Entretanto, em tempos de crise, as empresas buscam se adaptar da melhor da melhor forma para sobreviver, e num país que tem o custo muito elevado, fica muito mais difícil a competição.

O que diferencia um líder de um grande líder?
Um tem mais ambição e o outro, menos. Na vida, o mais importante é estar bem, sendo sempre o melhor no que está fazendo.

Como o líder pode alinhar os propósitos dos liderados com os da empresa?
Sendo aberto, parceiro, deixando as coisas de maneira bem clara, sem deixar dúvidas.

Quais são os seus líderes? Quem lhe inspira?
Meus pais, os melhores líderes, que me ensinaram de tudo um pouco. Tive muitos exemplos bons, mas um me marcou muito. Quando fui fazer a carteirinha de estudante de Contabilidade, o saudoso diretor leu em voz alta, quase em tom de juramento: “lá os fortes chegaram, os fracos desistiram e os covardes nem tentaram”. Tento passar para meus liderados um pouco dessa lição que recebi lá atrás.

A que você é grato?
A minha família, que é minha base; a todos os meus colaboradores, e aos clientes, sem os quais a minha empresa não teria todo este sucesso a nível nacional e internacional.

Quais são seus sonhos?
Ver a empresa desenvolvendo um bom trabalho e gerando felicidade e bem-estar para todos os envolvidos. Como não sonho ser o maior, e sim ser o melhor, desejo que a empresa continue com longevidade, sempre dentro dos parâmetros atuais.

Pontos moeda