Reforço de R$ 100 milhões nos cofres capixabas com estadualização do Funres

Economia

Reforço de R$ 100 milhões nos cofres capixabas com estadualização do Funres

Em sua nova fase, o fundo priorizará as aplicações nos municípios com menor atividade econômica, especialmente aqueles que não dispõem de incentivos ficais federais

O Bandes será responsável pela admiistração do novo fundo Foto: Divulgação/Governo

O Governo do Estado do Espírito Santo, em um trabalho de articulação junto ao Governo Federal, concluiu a estadualização do Fundo de Recuperação Econômica do Espírito Santo (Funres). Com a estadualização do Funres, os recursos provenientes da carteira de crédito do fundo, suas competências, direitos e deveres serão transferidos ao Fundo de Desenvolvimento do Espírito Santo (FUNDES), de gestão estadual. O anúncio foi realizado pelo Governador Renato Casagrande em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, dia 16 de outubro, no gabinete do governador. 

A transferência dos recursos, direitos e deveres do Funres para o fundo estadual, com administração do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), foi publicada pelo Ministério de Estado da Integração Nacional, no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 15 de outubro. Com esta decisão, os cotistas com certificado de participação no FUNRES continuarão como cotistas do novo fundo.

Para o Governador o Funres, em seus 45 anos de atuação foi o responsável pela geração de milhares de empregos, financiamento de diversos empreendimentos e abertura de centenas de linhas de crédito. “O trabalho até aqui desenvolvido permanecerá. Agora com menos burocracia, sintonizado com o PROEDES e visando ao desenvolvimento regional cada vez mais equilibrado”, afirma o Governador.

O fundo federal conclui suas atividades para dar lugar a um novo fundo com administração estadual, com regulamentação mais flexível e, em sua nova fase, priorizará as aplicações nos municípios com menor atividade econômica, especialmente aqueles que não dispõem de incentivos ficais federais. 

Para o diretor-presidente do Bandes, Guilherme Henrique Pereira, um dos principais compromissos destacados para o FUNDES é atuar junto aos projetos estruturantes do Estado, por meio de financiamento a projetos que estimulem o crescimento. “Com a estadualização definitiva, temos mais liberdade de atuação para investir em pequenos e médios empreendedores nos municípios que mais necessitam e nos projetos mais estratégicos para o Estado”, destaca Guilherme.

O FUNDES tem por objetivo estimular e apoiar financeiramente projetos considerados estratégicos para a economia estadual e os seus recursos serão aportados nos municípios não localizados na região da Sudene e possuem Índice de Participação Municipal de até 5 (IPM até 5) ou para aqueles, inclusive da Sudene, que possuem IPM menor que 1. 

Conforme as demonstrações contábeis auditadas em 30 de junho e o Relatório do BANDES de Gestão do Funres, o FUNDES terá disponível inicialmente R$ 100 milhões em recursos para apoiar financeiramente empresas que desejam investir na implantação, ampliação e modernização de projetos estabelecidos no Espírito Santo. O FUNDES contará ainda como recursos provenientes do retorno da carteira atual de aplicações.