Atividade do comércio fica estagnada em setembro, revela Serasa Experian

Economia

Atividade do comércio fica estagnada em setembro, revela Serasa Experian

Redação Folha Vitória

São Paulo - Consumidores brasileiros adotaram um pouco mais de cautela na hora de gastar no mês passado. Dados da Serasa Experian mostram que o índice que mede a atividade do comércio no País ficou estagnado em setembro em relação a agosto, na série ajustada sazonalmente. Na comparação com setembro de 2014, o movimento de consumidores nas lojas caiu 2,6% e subiu 1,4% no acumulado de 2015 até o nono mês do ano. No entanto, a entidade pondera que a alta é a pior em 12 anos.

De acordo com a Serasa, o crescimento do desemprego, a queda da massa real de rendimentos, a confiança baixa, taxa de juros elevada, além do crédito caro e escasso estão inibindo a intenção de compra dos consumidores.

Os segmentos mais afetados em setembro foram os de veículos, motos e peças, com registro de queda de 1,9%; tecidos, vestuário, calçados e acessórios, com declínio de 1,5%; material de construção, que mostrou retração de 0,4%; e supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-0,3%).

Os únicos que apresentaram resultado positivo foram as atividades de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática (0,6%) e o de combustíveis e lubrificantes (0,3%).