Economia do Peru cresce 2,57% em agosto puxada por setor de mineração

Economia

Economia do Peru cresce 2,57% em agosto puxada por setor de mineração

Redação Folha Vitória

Lima - O Produto Interno Bruto (PIB) do Peru cresceu 2,57% em agosto ante igual mês do ano anterior, segundo a agência de estatísticas do país INEI. O resultado ficou abaixo da projeção dos economistas, de +3%.

Segundo a agência, a economia do Peru registrou crescimento pelo 73º mês consecutivo. o importante setor de mineração e de hidrocarbonetos cresceu 6,1%, impulsionado por um aumento de 34,7% na produção de cobre, disse a agência. O Peru é o terceiro maior produtor mundial de cobre, que está no topo de exportação do país.

O setor de varejo cresceu 4,02% no mês, enquanto que o setor da agricultura avançou 1,18%.

No entanto, a economia foi prejudicada pela fraqueza nos setores de construção, indústria e produção de pesca.

A atividade do setor de construção contraiu 8,12% em agosto ante o mesmo período do ano anterior, devido ao menor número de projetos de obras públicas. A produção pesqueira caiu 10,31%, enquanto a atividade manufatureira diminuiu 2,15%.

A economia do Peru diminuiu em relação ao ano passado, diante de um declínio nos investimentos e pela demanda global mais fraca por suas exportações de minerais. No ano passado, a economia cresceu 2,4%, em comparação com 5,8% em 2013.

O governo disse que espera que a economia comece a se recuperar no segundo semestre deste ano devido à maior produção de mineração e do início da construção de grandes projetos de infraestrutura. O Ministério das Finanças prevê crescimento de cerca de 3% em 2015. Nos primeiros oito meses deste ano, a economia expandiu 2,55%, disse a INEI. Fonte: Dow Jones Newswires.