• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China limita investimentos para parceria entre bolsas de Shenzhen e Hong Kong

Economia

China limita investimentos para parceria entre bolsas de Shenzhen e Hong Kong

Pequim - A China estabeleceu limites de investimentos para a futura parceria operacional entre as bolsas de Shenzhen e Hong Kong, que ampliará o acesso de investidores estrangeiros aos mercados acionários chineses.

Segundo diretrizes divulgadas ontem, os limites diários de investimentos sob a parceria serão de 13 bilhões de yuans (US$ 1,93 bilhão) na Bolsa de Shenzhen e de 10,5 bilhões de yuans na Bolsa de Hong Kong.

As restrições de investimentos são idênticas às impostas para a parceria entre as bolsas de Xangai e de Hong Kong, que teve início há cerca de dois anos e garantiu a investidores estrangeiros acesso ao maior mercado acionário chinês.

A expectativa é que a aliança entre Shenzhen e Hong Kong seja inaugurada em novembro. As ações da Bolsa de Shenzhen são de empresas menores e mais voltadas para tecnologia e inovação. Já no mercado de Xangai, são negociadas companhias estatais maiores, incluindo bancos e mineradoras de carvão.

A capitalização de mercado das bolsas de Xangai e de Shenzhen, que foi criada em 1990, é estimada em cerca de US$ 4 trilhões e US$ 3,2 trilhões, respectivamente.

A parceria entre Shenzhen e Hong Kong foi aprovada pelo Conselho Estatal da China, o gabinete do país, em agosto. Fonte: Dow Jones Newswires.