• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Novo Aeroporto de Vitória custará R$ 546 milhões e deve ficar pronto até 2017

Economia

Novo Aeroporto de Vitória custará R$ 546 milhões e deve ficar pronto até 2017

Caso não ocorram imprevistos, segundo a Infraero, a expectativa é de que o certame seja homologado até o mês de janeiro. A empresa deverá executar as obras no prazo de 914 dias

As obras do Aeroporto de Vitória estão paralisadas desde 2008 Foto: Divulgação

As obras do Aeroporto de Vitória custarão R$ 546 milhões. Esse foi o valor arrematado pela empresa Jota Ele Construções Civis S.A, de Curitiba, durante a licitação realizada na última quinta-feira (20), em Brasília.

Ao todo, nove empresas apresentaram propostas, mas uma foi desclassificada antes da abertura. A partir de agora, as demais interessadas no certame terão cinco dias para recorrer do resultado.

Caso não ocorram imprevistos, segundo a Infraero, a expectativa é de que o certame seja homologado até o mês de janeiro. A partir daí, mais 30 dias serão necessários para a elaboração do contrato e emissão da ordem de serviço, o que só deverá ocorrer no mês de março.

Pelas normas do edital, a empresa deverá executar as obras no prazo de 914 dias. Ou seja, se a assinatura do contrato ocorrer no início do próximo do ano, as obras só deverão ser entregues em 2017.

A empresa vencedora deverá executar a construção do novo sistema de pistas, pátio de aeronaves, terminal de passageiros, central de utilidades, sistemas viários, estacionamento, macrodrenagem interna, além de obras complementares. 

Adiamento

O anúncio da criação do novo processo licitatório foi feito pela presidente Dilma Rousseff, em visita à capital capixaba, em julho.  A abertura das propostas estava prevista para o dia 07 de outubro, mas o prazo foi adiado. Segundo a assessoria da Infraero, a data para a abertura das propostas foi estendida a pedido das próprias empresas que participarão da licitação. Os grupos interessados na licitação solicitaram mais tempo para elaborar as propostas. 

Atrasos

As obras do aeroporto estão paralisadas desde 2008, quando o TCU determinou a suspensão dos trabalhos devido às irregularidades nos contratos. 

No dia 04 deste mês, o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, informou que 35 empresas retiraram o edital da concorrência pública. Na ocasião, Vale também informou que as obras deveriam ser retomadas em janeiro de 2015.