NY: Dow Jones e S&P-500 fecham em níveis recorde

Economia

NY: Dow Jones e S&P-500 fecham em níveis recorde

Redação Folha Vitória

Nova York - As Bolsas dos EUA chegaram ao fim do dia com os principais índices em direções divergentes, todos eles próximos dos dias de ontem. O Dow Jones e o S&P-500 subiram e fecharam em níveis recorde pelo terceiro dia consecutivo (o Dow pela 22ª vez neste ano e o S&P-500 pela 38ª vez). Os volumes foram inferiores às médias recentes.

O dia foi marcado pela divulgação dos dados do nível de emprego nos EUA em outubro. A taxa de desemprego recuou para 5,8%, de 5,9% em setembro, mas o número de postos de trabalho criados ficou em 214 mil; a expectativa dos economistas era de 5,9% e de 233 mil. Investidores disseram que os números não saírem nem fortes demais, nem fracos demais para provocar movimentos fortes do mercado em qualquer direção. "Eles reforçam a tese de que temos uma economia em recuperação moderada, mas não acelerada", comentou Jim Swanson, da MFS Investment Management.

Para a estrategista Anastasia Amoroso, do JPMorgan Funds, "para o mercado de ações, os dados solidificam o argumento de que temos um crescimento econômico suficiente para apoiar não apenas os lucros, mas também a receita das empresas". Bob Sorensen, da Charles Schwab, disse que "a economia continua a acrescentar ,aos de 200 empregos por mês, mas não há indicações de superaquecimento, porque o crescimento dos salários continua reduzido. Não há motivo para o Fed ficar mais 'hawkish'".

Durante uma conferência em Paris, a presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, disse que a normalização da política monetária poderá provocar alguma turbulência financeira e que o Fed tentará conter essa volatilidade comunicando claramente suas intenções. Ela reiterou que "tendo em vista a natureza lenta e instável da recuperação, uma política de apoio ainda é necessária".

Entre as ações de empresas que divulgaram resultados do terceiro trimestre, as da Disney caíram 2,17%, as da First Solar caíram 10,85%, as da Abercrombie & Fitch caíram 16,62% e as da Zynga subiram 2,97%. As do setor de petróleo subiram, em reação à alta dos preços do produto (ExxonMobil +1,07%, Diamond Offshore Drilling +5,70%).

O índice Dow Jones fechou em alta de 19,46 pontos (0,11%), em 17.573,93 pontos. O Nasdaq fechou em baixa de 5,94 pontos (),13%), em 4.632,53 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 0,71 ponto (0,03%), em 2.031,92 pontos.

Na semana, o Dow acumulou uma alta de 1,05%, o Nasdaq subiu 0,04% e o S&P-500 avançou 0,69%. Fonte: Dow Jones Newswires.