Obras do Aeroporto de Vitória serão retomadas em 2015, garante presidente da Infraero

Economia

Obras do Aeroporto de Vitória serão retomadas em 2015, garante presidente da Infraero

De acordo com o presidente, 35 empresas retiraram o edital da concorrência pública, e a responsável pela execução das obras será conhecida no dia 20 deste mês

 As obras do aeroporto estão paralisadas desde 2008 Foto: Divulgação

As obras do Aeroporto de Vitória deverão ser retomadas em janeiro de 2015, segundo declaração do presidente da Infraero, Gustavo Matos do Vale, em audiência pública no Senado, nesta terça-feira (04).

De acordo com o presidente, 35 empresas retiraram o edital da concorrência pública, e a responsável pela execução das obras será conhecida no dia 20 deste mês. “Tenho certeza absoluta que teremos um ganhador dessa licitação. Se a licitação for homologada no dia 20, retomaremos as obras em janeiro de 2015”, afirmou o presidente.

A cobrança de uma data foi feita pelo senador Ricardo Ferraço (PMDB), durante audiência pública da comissão mista que analisa a Medida Provisória (MP) 652/2014, que destina subsídios para a aviação civil regional. Na ocasião, o parlamentar chegou a classificar as obras como verdadeira novela.

“O nosso aeroporto teve sua inauguração programada para 2008 e, me desculpem a comparação, mas já se transformou numa "novela mexicana".

Adiamento

O anúncio da criação do novo processo licitatório foi feito pela presidente Dilma Rousseff em visita à capital capixaba, em julho. 

A abertura das propostas estava prevista para o dia 07 de outubro, mas o prazo foi adiado. Segundo a assessoria da Infraero, a data para a abertura das propostas foi estendida a pedido das próprias empresas que participarão da licitação. Os grupos interessados na licitação solicitaram mais tempo para elaborar as propostas. 

Atrasos

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU),  Raimundo Carreiro, já recebeu os projetos executivos e de orçamento para a ampliação do Aeroporto de Vitória e a previsão era de que os trabalhos fossem reiniciados em junho, o que não aconteceu. 

 As obras do aeroporto estão paralisadas desde 2008, quando o TCU determinou a suspensão dos trabalhados devido às irregularidades nos contratos. O projeto prevê a ampliação do terminal de passageiros, além da reforma e ampliação das pistas. O prazo para a execução das obras é de 24 meses a partir da data de liberação pelo TCU.