• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

ONS prevê mais chuva em dezembro e alta de 7,7 pontos no nível dos reservatórios

Economia

ONS prevê mais chuva em dezembro e alta de 7,7 pontos no nível dos reservatórios

A afluência deve ser equivalente a 114% da média histórica para meses de dezembro, e com isso o nível de água dos reservatórios terminará o ano com o equivalente a 35,3% da capacidade

ONS divulgou a primeira previsão de volume de chuvas e nível de água dos reservatórios durante o mês de dezembro Foto: Divulgação

São Paulo - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgou nesta sexta-feira, 27, a primeira previsão de volume de chuvas e nível de água dos reservatórios durante o mês de dezembro, e as perspectivas, sobretudo para o submercado Sudeste/Centro-Oeste, são positivas. A afluência deve ser equivalente a 114% da média histórica para meses de dezembro, e com isso o nível de água dos reservatórios terminará o ano com o equivalente a 35,3% da capacidade de armazenamento. A previsão indica uma alta de 7,7 pontos porcentuais em relação ao atual patamar, de 27,60%.

A Energia Natural Afluente (ENA) projetada para a região Nordeste, por outro lado, continua desfavorável, com uma estimativa de 47% da média histórica. Caso confirmada a projeção, o nível de água, atualmente em 5,17%, subirá para 9,9% no dia 31 de dezembro. Embora a sinalização seja de alta no nível armazenado, a situação continua preocupante para este início de período chuvoso, que vai até abril de 2016.

A região Sul, por outro lado, continuará com níveis elevados de chuvas, uma situação já esperada e explicada pela incidência do fenômeno El Niño. A ENA prevista para o mês é equivalente a 164% da média de longo termo (MLT) para meses de dezembro. Com isso, os reservatórios terminarão dezembro com o equivalente a 97,8% do nível de reservação, praticamente estável em relação ao número de 96,79% registrado ontem pelo ONS.

No caso da região Norte, a previsão de ENA foi estabelecida em 40% da média histórica em meses de dezembro. Confirmada a expectativa, o nível dos reservatórios subirá do atual patamar de 19,43% para 22,1% no dia 31 de dezembro.

Carga

O Informe do Programa Mensal de Operação (IPMO) divulgado nesta sexta-feira, 27, também apresentou a primeira projeção para a carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) em dezembro. O indicador, que dimensiona a demanda por energia no sistema, deve encolher 1,9% na comparação entre meses de dezembro. A carga prevista é de 64.390 MW médios no período.

A queda continua sendo explicada pela redução da demanda nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e Sul. O ONS prevê retração de 3% e 8%, respectivamente, na comparação com dezembro do ano passado. A carga na região Nordeste deve crescer 4%. No Norte, o número previsto também é positivo, de 8,3%.

CMO

A perspectiva mais favorável para o nível dos reservatórios na região Sudeste, responsável por 70% da capacidade de armazenamento do País, resultou na queda do Custo Marginal de Operação (CMO), válido para o intervalo entre 28 de novembro e 4 de dezembro. Na região Sudeste/Centro-Oeste, o indicador foi revisado de R$ 177,83/MWh para R$ 124,48/MWh, queda de 30%.

No Sul, a queda foi de 22,6%, de R$ 160,74/MWh para R$ 124,48/MWh. No Nordeste, por outro lado, o número subiu de R$ 332,70/MWh para R$ 354,14/MWh, alta de 6,4%. No Norte, o CMO foi fixado em R$ 169,37/MWH, retração de 37,2% sobre os R$ 269,49/MWh divulgados na sexta-feira passada.