Produção de cloro cai 0,9% de janeiro a setembro, diz Abiclor

Economia

Produção de cloro cai 0,9% de janeiro a setembro, diz Abiclor

Redação Folha Vitória

São Paulo - A produção de cloro no Brasil recuou 0,9% de janeiro a setembro em comparação com o mesmo intervalo de 2014, informou a Associação Brasileira das Indústrias de Cloro-Álcalis e Derivados (Abiclor). Durante esse período foram produzidas 939.118 toneladas. A produção de soda cáustica recuou 1,2% no acumulado do ano até setembro, atingindo 1.028.596 toneladas.

O consumo setorial de cloro (vendas totais somadas aos usos cativos) apresentou variação negativa de 1,2%. O uso cativo apresentou redução de 0,6%, para 818.599 toneladas e as vendas recuaram 4,8%, para 118.373 toneladas.

Já as vendas totais de soda cáustica apresentaram ligeira variação positiva de 0,6% sobre o período de janeiro a setembro de 2014. As importações do produto foram 24,5% menores, com 672,2 mil toneladas adquiridas no período.

A taxa de utilização da capacidade instalada de janeiro a setembro foi 82,3%, 2,3% menor em comparação ao mesmo período de 2014. No mês de setembro, essa taxa recuou para 72%, refletindo uma parada na produção para manutenção em uma das fábricas.

O cloro e a soda abastecem mais de 16 setores da atividade econômica, atendendo à demanda de diferentes segmentos das indústrias de defensivos agrícolas, limpeza, papel e celulose, componentes eletrônicos, metalurgia, têxtil, tratamento de água, entre outras.