Economia alemã deve ganhar força no fim do ano, prevê Bundesbank

Economia

Economia alemã deve ganhar força no fim do ano, prevê Bundesbank

Redação Folha Vitória

Frankfurt - A economia da Alemanha, a maior da Europa, deverá ganhar ímpeto no fim do ano, uma vez que a força da indústria e dos gastos dos consumidores deverá tirar o país do período de atividade mais fraca observado nos meses do verão local, avaliou hoje o banco central alemão (Bundesbank) em relatório mensal.

No documento, o Bundesbank cita dados positivos da indústria, como a melhora do sentimento e a utilização da capacidade, como sinais de que a Alemanha voltará a crescer com mais vigor, após registrar expansão de apenas 0,2% no terceiro trimestre. Nos trimestres anteriores, o PIB alemão avançou 0,7% entre janeiro e março e 0,4% entre abril e junho.

"No trimestre final de 2016, o crescimento da economia alemã deverá ganhar força considerável, após a desaceleração temporária do terceiro trimestre", disse o Bundesbank.

O BC alemão também apontou uma significante melhora no sentimento, em especial no setor de manufatura.

Na semana passada, a agência de estatísticas Destatis disse que o PIB do terceiro trimestre foi impulsionado pelo consumo privado, de um lado, mas pressionado por investimentos de capital, do outro. O Bundesbank sinalizou hoje, porém, que essa tendência dos investimentos poderá se reverter.

"O alto grau de utilização da capacidade deverá estimular o nível declinante de investimentos em maquinário e equipamentos", previu o BC da Alemanha.

A Destatis planeja divulgar uma análise mais detalhada do PIB do último trimestre no próximo dia 24. Fonte: Dow Jones Newswires.