Novos empréstimos na China caem para 651,3 bilhões de yuans em outubro

Economia

Novos empréstimos na China caem para 651,3 bilhões de yuans em outubro

Redação Folha Vitória

Pequim - Os bancos chineses liberaram 651,3 bilhões de yuans (US$ 95,56 bilhões) em novos empréstimos em outubro, segundo dados publicados hoje pelo Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês).

O resultado é bem menor que o volume de 1,22 trilhão de yuans registrado em setembro e ficou aquém da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 700 bilhões de yuans em novos empréstimos.

Contratos de financiamento imobiliário atingiram 489,1 bilhões de yuans em outubro, respondendo por 75% dos novos empréstimos.

O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, somou 896,3 bilhões de yuans em outubro, também apresentando forte queda em relação a setembro, quando alcançou 1,72 trilhão de yuans.

Já a base monetária da China (M2) teve aumento anual de 11,6% em outubro, após avançar em ritmo ligeiramente mais fraco em setembro, de 11,5%. A previsão dos economistas era de ganho menor, de 11,4%. Fonte: Dow Jones Newswires.