Vai comprar na Black Friday? Veja as dicas do Procon de Venda Nova do Imigrante

Economia

Vai comprar na Black Friday? Veja as dicas do Procon de Venda Nova do Imigrante

Uma das dicas é ficar atentos aos preços antes da data da promoção e no dia, checar se realmente há desconto no produto. A informação é importante para o cliente não cair na ‘maquiagem no preço’

Já virou tradição no Brasil, embora o termo esteja em inglês. A Black Friday acontece todo ano e muitos já esperam para comprar aquele sonhado produto com preço mais acessível. Porém, é preciso ficar atento para não se complicar com as contas. O Procon Venda Nova do Imigrante dá dicas para você ir às compras com mais segurança.

De acordo com o organizador da Black Friday no Brasil, foram R$ 1,9 bilhões em vendas na edição de 2016. Neste ano, as lojas virtuais e até estabelecimentos físicos já preparam promoções para o próximo dia 24, data em que vai acontecer a Black Friday brasileira.

Para aproveitar as vantagens desta data, a melhor ferramenta é a informação. “A falta de informação dificulta e até impede a comparação de preços e produtos de marcas diferentes. Isso pode induzir o consumidor ao erro sobre o melhor custo-benefício”, alerta Leidiane Fasôlo de Sousa, responsável pelo Procon de Venda Nova do Imigrante.

Saber quanto o item já custou ajuda a evitar a chamada ‘maquiagem de preços’, que acontece quando uma mercadoria tem seu valor aumentado para depois receber ‘desconto’, de acordo com a diretoria do órgão.

Confira outras dicas do Procon Venda Nova do Imigrante para uma compra consciente na Black Friday!

* Arrependimento da compra
Toda vez que compra pela internet, o consumidor tem sete dias para se arrepender, contados a partir da entrega. Não é necessário apresentar um motivo para o arrependimento. Portanto, se após a compra, o consumidor perceber que o preço não valeu a pena, pode devolver o produto dentro desse prazo sem custo algum. Prefira comunicar o arrependimento por carta com aviso de recebimento ou e-mail. A mercadoria

* Evite comprar produtos lançados na Black Friday
Se o item acaba de chegar ao mercado, o consumidor não tem como saber se realmente há desconto no preço e se a compra vale a pena.

* Compre apenas o que pode pagar
Parece uma medida óbvia, mas comprar somente o que cabe no bolso pode ser complicado quando o desejo fala mais alto. Leidiane orienta a não contratar empréstimo para fazer compras e jamais usar o limite do cheque especial ou o rotativo do cartão para trazer para casa o produto desejado.

* Não compre por impulso
Limite suas compras ao que realmente necessita. Isso ajuda a evitar o chamado superendividamento.

* Se precisar, procure o Procon
Se tiver qualquer problema relacionado ao consumo e não conseguir resolver diretamente com o vendedor, procure o Procon. Há profissionais preparados para ajudar o consumidor a solucionar a situação.