• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Do lixo ao luxo: empreendedores capixabas mostram como lucrar com resíduos de empresas

Transformação Digital

  • COMPARTILHE
Economia

Do lixo ao luxo: empreendedores capixabas mostram como lucrar com resíduos de empresas

Bate-papo entre empreendedores e especialista em meio ambiente discutiram como diminuir o impacto ambiental das empresas e gerar lucro

Um dos grande gargalos das micro e pequenas empresas no Espírito Santo é o descarte do lixo proveniente da produção. Muitos empreendedores sequer sabem como prosseguir para se adequar ás leis ambientais e amenizar os impactos ao meio ambiente.

Foto: Lucas Henrique Pisa/TV Vitória
Empresário capixaba e engenheira ambiental juntos: lucro e preservação do meio ambiente

Por lei, empresas de todos os portes são obrigadas a destinar corretamente os resíduos que produzem. O excedente da produção não pode ser jogado fora como um lixo comum, com risco de multa em caso de descumprimento.

"Não podemos pensar a recuperação do meio ambiente como algo do futuro, e sim como uma questão do presente. É aí que a sustentabilidade entra nas preocupações dos empreendedores. Esse é um ramo cheio de oportunidades para os micro e pequenos empreendedores", afirma o empresário Christian Sabino.

Como lucrar neste modelo de negócio. Ouça:

Empreendedor do ES mostra como é possível lucrar com resíduos de empresas.mp3

Foto: Lucas Henrique Pisa/TV Vitória
Bate papo entre empreendedores e engenheira ambiental aconteceu em Vitória

Sabino comandou um bate-papo que reuniu empreendedores capixabas na tarde desta quarta-feira (28), em Vitória.

"O maior gargalo do Brasil dentro deste aspecto é a logística. O custo do empreendedor vai lá pra cima se ele tem dificuldades em destinar de maneira correta os resíduos. Isso em todos setores de indústrias, como de plásticos, tecidos, cosméticos... Todos produzem resíduos", problematiza Sabino.

O empreendedor também destaca a necessidade de investimento em outros setores. "Em todo o Brasil, existem dois milhões de empresas que geram resíduos e também precisamos treinar e desenvolver coletores autônomos. Isso é essencial para a nossa parceria melhorar a logística e diminuir os gastos", completa.

Ecodesigner e engenheira ambiental, Júllia Tedesco, conta o que pode ser feito com os resíduos. Assista:

Leia também:

Os negócios que levam acessibilidade a pessoas com deficiência

Organizadora de um dos maiores festivais do mundo participa de evento

"Todos temos que estudar para sempre", diz professor em Vitória

Plugue-se

O evento faz parte do evento promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Indústrias no Espírito Santo (Sebrae-ES), o Plugue-se, que vai até o dia 30 de novembro. Uma série de palestras com especialistas no meio empresarial e tecnológico, que irão esclarecer dúvidas e apontar soluções para as micro e pequenas empresas capixabas.

O evento é aberto ao público. Acesse o site e verifique em quais palestras ainda há vagas. Também existe a opção de acompanha-las online.