• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Executivo do Tinder na América Latina vem ao ES e fala sobre relacionamento x tecnologia

Transformação Digital

Economia

Executivo do Tinder na América Latina vem ao ES e fala sobre relacionamento x tecnologia

Andrea Lorio palestrou, nesta sexta-feira, em Vitória e falou como os relacionamentos mudaram com o avanço da tecnologia

Lucas Henrique Pisa

Redação Folha Vitória
Foto: Lucas Henrique Pisa/TV Vitória
O empresário Andrea Lorio é um dos responsáveis por implementar o aplicativo Tinder no Brasil

No tempo em que a tecnologia ameaça os empregos tradicionais, em que modelos de negócio são questionados e a tecnologia avança a um horizonte ainda incerto, como ficam as relações humanas?

Um dos implementadores do aplicativo de relacionamento Tinder no Brasil, e atual executivo do app no País, Andrea Lorio, esteve em Vitória, na tarde desta sexta-feira (30), para colocar em discussão estes temas.

Foto: Lucas Henrique Pisa/TV Vitória
Lorio: "Em momentos de crise, as pessoas buscam segurança em um relacionamento"

"Inovação é a interseção de três grandes áreas: os valores humanos; a viabilidade tecnológica ou a capacidade de materializar uma ideia; e terceiro, fazer disso um negócio sustentável. A inovação está no meio dessa interseção, no meio de todos esses conceitos", explica Lorio.

Atualmente, o aplicativo Tinder é um dos maiores em número de usuários no mundo. Como um dos implementadores do app no Brasil, Lorio explica como as circunstâncias sociais e econômicas impactam no acesso ao serviço.

"Pesquisas apontam que em momentos de crise, quem está solteiro, busca mais estar em um relacionamento. Desempregadas, as pessoas têm mais tempo para acessar os aplicativos. E além do mais, sai caro sair com pretendentes à noite para um jantar, por exemplo"

Lorio também analisa: "Hoje nós estamos constantemente insatisfeitos, e mesmo estando satisfeitos, nós queremos mais. Por exemplo, atualmente não se vê mais pessoas com 30 anos na mesma empresa. O comportamento está mudando".

Como a tecnologia mudou a forma de nos relacionarmos. Assista:

A tecnologia e a moda

O empreendedor também analisa o futuro da moda em conexão com a tecnologia. "Uma competência essencial para se pensar nesse âmbito é o altruísmo digital. Na moda, por exemplo, não lance uma coleção pensando em ganhar dinheiro e ficar rico, porque isso não vai dar certo. Lance uma coleção se você acredita que as pessoas vão comprar por algo além do modelo e do tecido", explica.

Lorio completa: "Hoje não existe mais os modelos de negócio B2B ("business to business", modelo de empresa que atende apenas a outras empresas), B2C ("business to consumer", modelo de empresa que atende diretamente para o consumidor final). Hoje é H2H, human to human (humano para humano). O relacionamento da empresa com o consumidor está muito mais próximo", conclui.

O que tem a ver a tecnologia com a moda. Assista:

As inovações que alavancaram o Tinder, por Andrea Lorio

Foto: Creative Commons
Aplicativo é um dos mais usados do mundo

>> Swipe: "A experiência nos sites antigos eram muito chatas. O objetivo é trazer uma experiência mais divertida. Atender, inclusive, às pessoas que usam o Tinder para pegar no sono".

>> Match: "Não faz sentido uma pessoa mandar uma mensagem para outra sem que as duas partes estejam de fato interessadas".

>> Like anônimo: "No Tinder você sabe quem se interessou, mas não tem como saber quem te rejeitou. Diferentemente da vida real".

>> Cadastro rápido: "Os outros sites de relacionamento tinham cadastros longos e os usuários acabavam desistindo antes mesmo de entrar".

>> Modelo "fremium": "Primeiramente o nosso serviço é gratuito para o usuário entrar e experimentar, mas depois para ter uma experiência mais completa, nós cobramos, sem que isso seja uma obrigatoriedade".

Lorio: qual ´é o segredo do Tinder? Ouça:

Qual é o segredo do Tinder?

Leia também:

Criatividade é a solução para inovar e se destacar, afirmam especialistas

Webreportagem: empreender e acompanhar as novas tecnologias

ES investe 0,5% do que poderia para destinar a produções audiovisuais

Gestora ambiental: "Não podemos usar sustentabilidade como oportunismo"

Plugue-se

A palestra fez parte do evento promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Indústrias no Espírito Santo (Sebrae-ES), o Plugue-se. Uma série de palestras com especialistas no meio empresarial e tecnológico, que esclareceram dúvidas e apontaram soluções para as micro e pequenas empresas capixabas.