Vendedor profissional faz palestra em Vitória: "Reclamação é a alma do negócio."

Transformação Digital

Economia

Vendedor profissional faz palestra em Vitória: "Reclamação é a alma do negócio."

Muita gente acha que o futuro tá na internet, mas ela não funciona sem atitude pessoal, no contato com o cliente. A afirmação é de William Caldas, especialista em vendas, que palestrou nesta terça-feira (20), em Vitória.

Francine Leite

Redação Folha Vitória

Pensando bem, todos nós somos consumidores, certo? Pense, então, na última dor de cabeça que você teve ao tentar fazer uma compra. Não é difícil lembrar, né? Essas reflexões não são de nenhum defensor do direito do consumidor. E sim de um vendedor profissional.

Cheio de provocações, William Caldas desembarcou em Vitória desafiando uma plateia cheia de empreendedores loucos para vender o próprio negócio. Interagindo com o público, o especialista em experiência do consumidor mostrou como a boa conversa faz diferença num varejo dependente da tecnologia, mas ainda refém da comunicação face a face.

Foto: Lucas Pisa

"Hoje o que as pessoas querem é conveniência, praticidade, autonomia. O que as empresas e os vendedores fazem para facilitar essa experiência?", reflete Caldas. Ele explica que histórias de sucesso são sempre contadas, mas os episódios ruins e repetitivos podem ser o motivo para a falência de um negócio se o dono não aprender a ouvir o cliente. 

Vendas ruins?

Pode entrar em qualquer loja hoje e perguntar como vão as vendas. Muitos funcionários vão dizer que estão indo mal, mas não sabem explicar o porquê. William Caldas mostra que, com base em pesquisas feitas no comércio varejista, 30% das pessoas que entram numa loja saem com um produto comprado. Então, por que a sensação é de que as vendas estão ruins?

"Está faltando 'querência', 'expediente', ou seja, vontade de vender. Do dono ao funcionário na frente de loja." Caldas explica que os atores de um negócio têm que saber identificar o que está faltando. E diz que a sacada está no observar: "cliente dá consultoria de graça todos os dias, na conversa e na reclamação. É preciso saber ouvir."

Estratégias segmentadas

Softwares e ferramentas digitais são importantes medidores da fidelidade do consumidor. Se começar a procurar, opções não vão faltar, mas é importante saber o que fazer com esses dados que, por vezes, são negativos. Cada problema ou oportunidade demanda uma estratégia diferente. William Caldas defende que o varejista deve começar pelo básico: "um sms, uma mensagem por aplicativo, não custam quase nada e podem trazer o cliente de volta com simples cliques."

Veja o que William Caldas diz sobre o comportamento do cliente na era digital:

Caldas foi o principal nome do segundo dia do Plugue-se, evento online e presencial promovido pelo Sebrae-ES para micro e pequenos empreendedores e empresas em Vitória. O evento segue até o próximo dia 30 de novembro. Inscrições podem ser feitas pelo site