Gerdau critica demora nas decisões

Economia

Gerdau critica demora nas decisões

Redação Folha Vitória

Porto Alegre - O empresário Jorge Gerdau Johannpeter afirmou nesta quinta-feira, 10, que a economia brasileira está "sofrendo demais" por causa da demora das decisões políticas. Ele não se posicionou contrário ou favorável ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, que foi aberto pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O empresário se limitou a dizer que a demora do rito processual é mais um fator que vai pesar na crise.

"A economia já está parada há muito tempo", disse, citando que as cadeias produtivas apresentam números preocupantes. Gerdau fazia parte do grupo de cerca de 70 lideranças que estavam presentes ao evento Brasil em Ideias, promovido pela revista Voto em Porto Alegre.

Questionado sobre o imbróglio político envolvendo Cunha - que é alvo de processo no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados por suposta falta de decoro -, Gerdau disse que o jogo político é "complicado" e que "cada um está olhando para o seu lado", fazendo com que se olhe pouco para o Brasil.

"Para os empresários é bom que se resolva logo as pendências políticas para que o País comece a andar novamente. O resultado (do processo de impeachment) é uma condução política que está na mão dos políticos. O ruim é continuar parado", afirmou.

O vice-presidente, Michel Temer, participou do evento e falou à plateia por cerca de 20 minutos. Segundo ele, é necessário estabelecer no Brasil um clima de otimismo que foi se perdendo com o tempo. "Quando você não tem entusiasmo dos setores eles não prosperam", disse. "A palavra que eu tenho procurado trazer é sempre de otimismo."