Dyogo: seguridade social apresenta déficit de R$ 243 bi em 12 meses até outubro

Economia

Dyogo: seguridade social apresenta déficit de R$ 243 bi em 12 meses até outubro

Redação Folha Vitória

Brasília - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta sexta-feira, 16, que o resultado da Seguridade Social em 12 meses até outubro é déficit de

R$ 243 bilhões. Isso é resultado de receitas totais de R$ 616,0 bilhões no período e de despesas de R$ 859,2 bilhões.

De acordo com Dyogo, a principal fonte de despesas da Seguridade Social é o pagamento de benefícios, em um total de R$ 725,2 bilhões nos 12 meses até outubro. "A maior parte deste déficit é gerado pela Previdência, mas não somente", pontuou o ministro.

Segundo ele, somente o Regime Geral da Previdência apresentou, no período, déficit de cerca de R$ 500 bilhões. Os gastos de prestação continuada foram responsáveis por R$ 50 bilhões do déficit; o abono salarial e o seguro-desemprego por cerca de R$ 40 bilhões; os gastos com servidores inativos, por cerca de R$ 120 bilhões.

"A questão da Seguridade Social sempre ressurge quando tratamos da Previdência. A Seguridade reúne a Previdência, a Saúde e a Assistência Social", afirmou Dyogo.

Segundo ele, circulam informações, pela internet e pelas redes sociais de que não há déficit no sistema de Seguridade Social. Mas isso é incorreto, como demonstram os números divulgados pelo Ministério do Planejamento.

Dyogo concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, 16, sobre balanço do Ministério do Planejamento a respeito da Seguridade Social.